sexta-feira, 31 de julho de 2009

Artur Vaz

Nome: Artur Paulo Assunção Vaz "Fininho"
Posição: Médio/Defesa
Nasceu em Setúbal a 3 de Abril de 1925 e faleceu a 30 de Julho de 2009.


Jogador com larga experiência e dedicação ao serviço do Vitória, desempenhou um papel importante na maior parte das épocas que alinhou pela camisola verde e branca. A sua apurada técnica e trabalho em prol da equipa, possibilitaram a Artur Vaz, a honra de envergar a camisola da selecção nacional por 3 ocasiões, numa época em que Benfica e Sporting predominavam na escolha de jogadores para a equipa nacional, pelo que era raro haver jogadores na selecção que não fossem destes clubes.

Proveniente das camadas jovens e das equipas de reserva do Vitória, estreou-se na época 1950-51 e após uma primeira época em que foi pouco utilizado, disputou as 9 épocas seguintes na equipa principal do Vitória sempre com notável regularidade e influência na equipa sadina. Desempenhou ainda, o cargo de treinador-jogador no Vitória, na época de 1959-60 nos últimos jogos do campeonato, após a demissão de Severiano Correia do cargo de treinador da equipa, não conseguindo evitar a descida à 2ª Divisão.

Vaz é o primeiro em baixo a contar da direita.


Internacionalizações:
África do Sul (22-11-1953);
Áustria (29-11-1953);
Argentina (28-11-1954).


Artur Vaz desarma Bentes da Académica de Coimbra

Palmarés no Vitória:

1950-51: 2 jogos; 2 jogos e 1 golo na Taça de Portugal
1951-52: 28 jogos, 8 golos na 2ª Divisão; 9 jogos e 1 golo no Campeonato Regional
1952-53: 22 jogos, 1 golo; 2 jogos na Taça de Portugal
1953-54: 22 jogos, 1 golo; 1 jogo na Taça de Portugal
1954-55: 24 jogos, 1 golo; 2 jogos na Taça de Portugal
1955-56: 25 jogos, 3 golos; 1 jogo na Taça de Portugal
1956-57: 17 jogos; 4 jogos na Taça de Portugal
1957-58: 24 jogos, 1 golo; 4 jogos na Taça de Portugal
1958-59: 24 jogos; 2 jogos na Taça de Portugal
1959-60: 22 jogos, 1 golo; 5 jogos na Taça de Portugal

Total: 242 jogos pelo Vitória (182 jogos na 1ª Divisão, 28 jogos na 2ª Divisão, 9 jogos no Campeonato Regional e 23 jogos na Taça de Portugal).
22 golos pelo Vitória (12 golos na 1ª Divisão, 8 golos na 2ª Divisão, 1 golo no Campeonato Regional e 1 golo na Taça de Portugal).

Vaz disputa a bola com Costa Pereira, guarda-redes do Benfica.

Corte acrobático de Artur Vaz

Com Carvalho no chão, Vaz e Graça
nada podem fazer para evitar o golo do Benfica.

Sem comentários:

Enviar um comentário